© 2017 by InnovaLab

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon
  • InnovaLab Guinea-Bissau

Resumo WEAgri Bootcamp

Atualizado: 19 de Set de 2018

Fortalecimento das cadeias de abastecimento Agrícola na Guiné-Bissau


Durante o mês de abril, os membros da InnovaLab, a primeira startup aceleradora na Guiné-Bissau, viajaram para três cidades, uma em cada região do país, para facilitar o primeiro Bootcamps WeAgri.


A WEAgri Bootcamps, foi realizado como resultado de conversas e colaboração com a Associação de Mulheres Activamente Econômica (AMAE) e a Associação Nacional de Agricultores da Guiné-Bissau (ANAG), duas grandes redes de trabalho da Guiné-Bissau. Essas redes representam 17.000 membros no total e trabalham para apoiar os membros com recursos e representação.


Como resultado de várias discussões entre a ANAG, a AMAE e a InnovaLab, ficou claro que os dois principais desafios para os pequenos/médios agricultores são a falta de capacidade de criar recursos e o acesso ao mercado. A InnovaLab propôs solução de trabalho com ambas as organizações para apoiar no desenvolvimento estrutural da rede de produtores com o objetivo de agregar produtos agrícolas de todo o país para distribuição local e internacional.

Bootcap - BUBA

Tendo assim em vista como foco para InnovaLab o empreendedorismo tecnológico, eles também propõem alavancar seus recursos tecnológicos para desenvolver uma plataforma de comércio eletrônico para facilitar as vendas e a distribuição dos produtos agrícolas desses produtores. Isso levou ao desenvolvimento de Bandim Online.


No entanto, a fim de agregar produtos para a plataforma, InnovaLab reconheceu a necessidade de criar um sistema através do qual os produtores agrícolas de qualquer parte do país poderiam disponibilizar seus produtos para coleta e posterior venda. Para começar no processo de criação deste Sistema, a InnovaLab lança o WEAgri Bootcamps.


Os principais objetivos do WEAgri Bootcamp Tour foram:

  • Fortalecer as capacidades de empreendedorismo, liderança e literacia digital das mulheres produtoras selecionadas nas áreas rurais da Guiné-Bissau.

  • Apoiar os participantes do bootcamp no desenvolvimento de uma rede organizada de produtores nas áreas rurais.

  • Treinar os participantes nas melhores práticas aproveitando assim a tecnologia em seus negócios.

  • Sensibilizar sobre a importância da criação de um ecossistema de TIC para a mudança social no setor agrícola.

WEAgri Bootcamps

Para cada dia do treinamento, a equipe do InnovaLab focou em três (3) temas-chave de transição: desenvolvimento pessoal do empreendedor, estrutura organizacional e criação de iniciativa e, por último, como indivíduos e organizações podem aproveitar a tecnologia para apoiar negócios operacionais

De 12 a 14 de abril, o primeiro WEAgri Bootcamp foi realizado em Buba com 15 participantes de toda a região do sul do país. A InnovaLab descobriu que muitos participantes tiveram experiência em trabalhar com organizações internacionais e que a participação no bootcamp introduziu-os mais as ferramentas e contexto para a inovação.


De 19 a 21 de abril, a equipe mudou-se para o leste, para Bafatá, onde muitos dos participantes também trabalhavam como professores de ensino médio. A InnovaLab descobriu que, embora o nível geral de educação dos participantes fosse maior, os participantes ainda tinham limitações a literacia digital.

Na última sessão, de 26 a 28 de abril, a equipe do InnovaLab mudou-se para Canchungo, trabalhando com mulheres da região do norte do país. Em Canchungo, os participantes estavam profundamente engajados nos exercícios de avaliação de custo que esclarecem como seus produtos processados poderiam ser bem precificados para dar a eles uma margem de lucro sustentada pelos negócios.


Aqui estão alguns dos principais tópicos do WEAgri Bootcamp:

  • Muitos dos participantes expressaram que, tendo participado de outros treinamentos promovidos por agências internacionais de desenvolvimento, essa foi a primeira vez que tiveram um treinamento que realmente veio ao encontro de suas necessidades no que diz respeito ao conteúdo e no aspecto cultural.

  • Alguns dos participantes nunca tiveram acesso a nenhum tipo de tecnologia, e muitos ficaram entusiasmados em saber como poderiam usá-la, especificamente para apoiar nos seus negócios.

  • Durante a sessão de workshop sobre a estrutura organizacional, ficou claro que a atribuição de papéis, processos e atividades foi um ponto importante do aprendizado para muitos membros da associação.

  • Os participantes acharam muito valioso aprender sobre o design thinking, que, através de seu feedbacks, alterou as conversas, do foco no problema para o foco em uma solução.


Próximo Passo?

Para InnovaLab, ANAG e AMEA, o trabalho começa apenas. Como resultado dos treinamentos, a InnovaLab adquiriu uma compreensão mais profunda dos desafios que os produtores enfrentam e as maneiras pelas quais os recursos educacionais, tecnológicos e financeiros podem ser usados para preencher essas lacunas.

Para apresentar essas descobertas, angariar apoio de interessados locais e internacionais e compartilhar o potencial impacto da construção de uma plataforma de comércio eletrônico agrícola, o InnovaLab sediará o #WeAgri Demo Days, a partir de 18 de maio no American corner Bissau (Tchico Té) e no dia 19 , no Centro Cultural Francês em Bissau.

Para saber mais sobre a Innovalab, visite: www.innovalab-gw.com

Siga Innovalab em Facebook e Twitter

Para saber mais ou participar dos #WEAgri Demo Days


Para mídia, sponsorship e encontros: Aimonia Cabral - contact@innovalab-gw.com


69 visualizações1 comentário